Em 1926, Paulo Grötzner encomenda o projeto de uma nova Vila Ida para Eduardo Fernando Chaves. Em dezembro de 1927, na fase final de construção, a residência é elogiada na Revista Illustração Paranaense. A austeridade ornamental, exaltada no texto e revelada nas imagens, tem como contraponto a composição movimentada – propiciada pelo jogo de volumes e de cheios e vazios – da edificação bem posicionada em terreno que domina a cidade.

Trecho do livro As virtudes do bem-morar.

Para saber mais, acesse no site Memória Urbana o conteúdo As virtudes do bem-morar (https://www.memoriaurbana.com.br/as-virtudes-do-bem-morar/) e leia o livro, disponibilizado na íntegra em https://www.memoriaurbana.com.br/as-virtudes-do-bem-morar/livro/.

Compartilhar: