Skip to content

Lambrequim de Curitiba

O lambrequim, rendilhado de madeira recortada, para decoração das extremidades dos beirais, é um ornamento bem conhecido de Curitiba. Encontrado nas casas antigas de madeira, está associado a uma herança dos imigrantes alemães e poloneses. Mas a recorrente presença do lambrequim tem raízes legais. Em 1914, a Lei Municipal n.° 413 regulamentou a construção em madeira na cidade e determinou, no Art. 1°, que todas as casas edificadas com este material deveriam ter “as abas do telhado (exceto as dos fundos) guarnecidas de lambrequins” e que estes – juntamente com as portas, janelas, paredes e forros – deveriam ser “pintados a óleo”. Esta foi a maneira encontrada pela Administração Municipal de melhorar o padrão construtivo da cidade, fazendo com que mesmo as edificações econômicas tivessem acabamento e ornamentação mais elaborados.

Para saber mais sobre a urbanização de Curitiba, visite a página e leia o livro As virtudes do bem-morar, https://www.memoriaurbana.com.br/as-virtudes-do-bem-morar/.

Compartilhar:
Scroll To Top